Vitiligo: o que é, causas e tratamento



O vitiligo é uma doença autoimune que é caracterizada pela perda de coloração da pele, que ocorre em pessoas com predisposição genética (quando um parente próximo tem a doença).


As manchas na pele, na maioria das vezes, não surgem de uma hora para outra. Geralmente, surgem devido alguma espécie de estresse ou trauma, seja físico ou emocional.


Clique aqui para agendar a sua consulta.


O vitiligo acontece assim: as células de defesa do organismo reconhecem os melanócitos (responsáveis pela pigmentação da pele) como um corpo estranho a ser combatido e eliminam essa melanina de várias regiões do corpo, o que formam as marcas claras.


Causas do vitiligo

As causas da doença ainda não estão bem esclarecidas, de acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, mas há hipóteses de que algum fenômeno autoimune pode estar ligado ao problema.


E qualquer pessoa pode desenvolver o vitiligo e seu único sintoma é o surgimento das manchas brancas que levam o nome de acrômicas.


Tipos de vitiligo

Existem dois tipos de vitiligo que podem ser encontrados em partes diferentes do corpo:

Segmentar ou Unilateral - aparece em uma única parte do corpo e, geralmente, acontece antes do jovem se tornar adulto. A doença também pode atingir os cabelos, influenciando em sua coloração.


Não segmentar ou Bilateral - é o tipo mais comum, ele aparece aos lados do corpo. Nas mãos, nos pés e joelhos. As manchas começam nas extremidades e ao longo da vida pode se torna maior com o tempo.


Quais seus sintomas?

A maioria das pessoas que tem vitiligo apenas apresentam o surgimento das manchas brancas de diversos tamanhos na pele.

Contudo, em alguns casos, pacientes dizem sentir dor e sensibilidade na região onde as marcas estão localizas.

Além disso, outra preocupação, são os problemas emocionais de quem tem a doença, com baixa autoestima e problemas para socializar.


Vitiligo tem prevenção?

Por ser uma doença hereditária, ele não tem prevenção, por outro lado, ele tem formas de controle e tratamentos para evitar o surgimento de novas lesões.


Cuidados essenciais

Quem tem vitiligo deve tomar alguns cuidados com a pele, portanto vale se atentar ao uso frequente de protetor solar, evitar traumas e realizar o tratamento indicado pelo médico de forma correta.


Fale com seu dermatologista

Em qualquer suspeita da doença é imprescindível consultar um especialista para fazer o diagnóstico correto e indicar a melhor forma de tratamento. Para agendar, clique aqui.

Posts Em Destaque