Epilepsia: quais são os sintomas e causas?



É uma patologia neurológica do sistema nervoso central em que a atividade do cérebro, os impulsos elétricos dos neurônios e os sinais químicos cerebrais se tornam anormais, deixando sua atividade desordenada, causando sintomas como convulsões, movimentos descontrolados do corpo ou alterando o comportamento e as sensações, podendo levar até a perda de consciência.


A doença pode surgir em qualquer pessoa e em qualquer idade, podendo ser causada por um traumatismo craniano, AVC, câncer no cérebro ou doenças como meningite ou encefalite, por exemplo.


Clique aqui para agendar sua consulta.


Ela deve ser diagnosticada pelo neurologista através de exames, como eletroencefalograma ou ressonância magnética, e avaliação dos sintomas durante a crise convulsiva.


A epilepsia tem cura e deve ser tratada com remédios anticonvulsivantes indicados pelo médico, para controlar a atividade cerebral e evitar novas crises convulsivas.


Principais sintomas


Geralmente, os sinais de que a pessoa vai ter ou está em crise convulsiva são:

  • Confusão mental

  • Alteração na sensação de cheiros ou sabores

  • Sensação de formigamento nos braços ou pernas

  • Olhar fixo e vago, como se estivesse desligada do mundo

  • Movimentos bruscos incontroláveis ​​dos braços e pernas

  • Tremores

  • Incontinência urinária

  • Rigidez no corpo

  • Contrações dos músculos que pode causar mordida na língua

  • Perda da consciência

Normalmente, as crises convulsivas duram de 30 segundos a 5 minutos.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da epilepsia é feito pelo neurologista, com base nos sintomas que a pessoa apresentou durante uma crise convulsiva, no histórico clínico e através do exame físico em que o médico faz testes de comportamento, habilidades motoras e função mental.


Possíveis causas

A epilepsia pode afetar indivíduos de qualquer idade, incluindo bebês ou idosos e pode ser causada por vários fatores como:

  • Fatores genético

  • Traumatismo craniano

  • Doenças neurológicas

  • Lennox- Gastaud;

  • Doenças infecciosas como a meningite, encefalite viral, neurocisticercose ou HIV

  • Doenças cerebrais como AVC, cisto ou câncer no cérebro

  • Baixos níveis de açúcar no sangue ou diminuição do cálcio ou magnésio

  • Lesão pré-natal, como malformação do cérebro durante a gestação ou dano cerebral no nascimento por falta de oxigênio durante o parto

  • Febre alta, principalmente em criança

Fale com um médico

E na busca por tratamento, o ideal é sempre consultar um médico para diagnosticar a doença e iniciar o tratamento adequado.

Clique aqui para agendar sua consulta.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo